13 de novembro de 2006

E acorda babando

Descobri.
Já sei.
É um conversível que quero agora. Vermelho ou preto, porém é necessário um som muito potente. Quero recuperar meu cd do Aerosmith, ele combina especialmente com este carro.
A passagem de cada placa o sentimento de liberdade vai aumentando, o longe das coisas materias, de um porto, mesmo no chão sentindo-se nas nuvens, como se houvesse asas gigantescas. O vento nos cabelos parece arrancar os males, leva-los embora, deixar somente a esperança de encontrar diversão, falta de monotonia, o Diferente.
É necessária à distância de nosso ponto fixo para pensarmos onde realmente estamos, onde realmente queremos chegar. E o que fazer com tudo “isso”.
Um milhão e sete coisas para se fazer neste momento, muitas escolhas, estudos e chatices, deixa para lá. Eu vou terminar de ouvir minha música.

E depois... Aperto play novamente.

Um comentário:

LUCIANO disse...

Desculpe invadir seu espaço. Encontrei seu blog no da Rita Apoena.
Queria pedir para vc fazer uma visita ao meu blog.
AUMENTE O VOLUME e vá até à sala dos famosos "PAPIROS DE ALEXANDRIA"
Música, Literatura, Cinema e Muito Pensamento!
http://papiros.zip.net