8 de fevereiro de 2007

The Horizon

São três e meia da madrugada. Entre amigos e shampoo espero amanhecer para ir ver o sol nascendo no morro, até mesmo arriscar um surf. Falta pouco para o trabalho acabar, o dinheiro também, até mesmo os dias de sol rainte, a mochila volta mais cheia, o coração mais vazio e tudo volta ao seu "normal", seja ele qual for. Todos tem uma casa, não é mesmo?

"Ela é linda com dor de barriga, ela é linda dormindo e até quando acorda cheia de remela. Ela é linda chorando e mais ainda sorrindo. Ela é linda passeando e linda quando pára diante do espelho. Linda penteando o cabelo e linda fazendo batata frita. Ela é linda nas palavras, nas idéias, nas mãos (sempre quentinhas), nas roupas bagunçadas no armário. Linda nos livros que ficaram na estante, linda nas músicas que gosta de ouvir. Linda na escova de dentes que ficou perdida. Linda de salto alto e linda de pés descalços. Linda quando briga comigo, quando dá gargalhadas e linda quando fica de beicinho. Linda nas fotos que não paro de olhar. Ela é linda quando me faz sentir uma saudade deste tamanho. Simplesmente, linda."
Lara Collares.

Minha autora favorita. Também estou com saudades mana, do tamanho da via láctea, já volto!

3 comentários:

zhengcunye disse...

This is very nice blog. do you konw Mozilla Firefox web browser?I really loved it,I hope you may want to download and try. thank you.

LUR disse...

casa quente essa haha bjo camareu

Wagner Marques disse...

Pôxa, eu não conhecia Lara Collares...

mas gostei muito desse trecho dela!

mui maravilhoso teu blog!

Abração!