21 de julho de 2010

literalmente amor

Uma proposta de trabalho, pouco tempo, um problema solucionado. Alegrar o dia dos outros nos pareceu um conceito bem bacana. O final do semestre deixa todos, um tanto quanto, menos racionais, menos criativos, até menos amados. Bilhetinhos achados e perdidos entre tantas palavras soltas, o carinho de um estranho para encantar – ou incomodar – um pouquinho. Um montão de poesia escrita pela gente e espalhadas dentro dos livros da faculdade.









o vídeo da intervenção:

video

3 comentários:

Helena Moschoutis disse...

que coisa mais legal!

patron disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luiza disse...

sabe de uma coisa? se eu fosse comentar em tudo que literalmente amo que já foi colocado aqui, precisaria de cafeína pra me manter acordada por tanto tempo.

Lindo com L maiúsculo.